segunda-feira, 4 de julho de 2011

Watchmen

Ano: 2009
Produção: EUA
Idioma: Inglês
Direção: Zack Snyder
Elenco: Matthew Goode, Jackie Earle Haley, Jeffrey Dean Morgan, Carla Gugino, Stephen McHattie
Duração: 162 minutos
Uma palavra pra definir esse filme? Sucesso. Absoluto. Personagens e trama que foge dos padrões dos quadrinhos trazendo toda a alternatividade (essa palavra existe?) das graphic novels para as telonas. Assim como ocorreu com Sin City e 300, duas bombas da produção deste estilo, Watchmen, que conta com o mesmo diretor de 300, também veio pra arrasar.

 O filme conta a história de um grupo de heróis formado, aproximadamente, nos anos 50 ou 60. Já aposentados, eles são substituídos por uma nova geração: Filhos, pupilos, etc. Numa realidade paralela do ano de 1985 esse novo grupo foi paralisado pelo Presidente Nixon, que tornou a prática de "heroísmo" ilegal. Dessa forma, eles são afastados de seus cargos vindo a ser "normais civis". Alguns são recrutados pelo exército dos EUA vindo a atuar até na CIA, outros se negam a largar a máscara e continuam "lutando". Há, também, os que preferem largar tudo e tentar viver uma vida normal. O herói Ozymandias é mais esperto: Revela a sua identidade e cria uma marca do grupo que o torna bilionário.
 Uma listagem rápida dos Watchmen:

  • Ozymandias (Adrian) - "O homem mais inteligente do planeta". Sua característica se baseia nisso além de ser extremamente forte como todos os outros.
  • Nite Owl II (Dan) - É o Batman dos Watchmen. Investe sua mega herança em aparelhos e equipamentos para ajudá-lo a combater o crime.
  • Silk Specter II (Laurie) - Filha da primeira Silk Specter, ela segue o legado da mãe até onde pôde.
  • Dr. Manhattan (Jon) - É o único dotado de super-poderes. Visto como um semi-deus, ele domina a matéria e a molda da forma que a desejar, ocupa vários lugares ao mesmo tempo se multiplicando em quantos quiser, se teletransporta, seu corpo suporta qualquer situação de exposição, visto que ele já visitou Marte e a superfície do Sol. Ele também vê e prevê o seu futuro e passado. Relaciona o tempo e os humanos de forma fria, fazendo-nos pensar que não possui sentimentos como nós. É mantido em QG do exército como "arma secreta e especial dos EUA".
  • The Comedian ou Comediante (Eddie Blake) - Um solitário, amargo e pessimista. Leva ao extremo o horror da sociedade se isolando no humor e na ironia. Cínico, violento, sociopata e com gênio militar, pode parecer que não tem lado as vezes. Luta e se defende somente para o próprio bem. Foi recrutado para servir os EUA como agente da CIA. Lutou na guerra do Vietnã juntamente com Dr. Manhattan.
  • Rorschach (Walter Kovacs) - A chave e guia da trama. Muito enigmático, usa uma máscara com manchas que se movem de acordo com seu temperamento e diálogo. Não se relaciona bem com a sociedade e com nenhuma pessoa. Assim como o Comediante, ele compreendeu a corrupção e horror da sociedade e acabou tornando-se uma imagem deste conceito. Um sociopata que contrói sua própria moral com ideais de solidariedade buscando sempre o bem maior de todos.
O filme começa com o assassinato de Eddie Blake (O Comediante). A partir daí, Rorschach começa a investigar os fatos se baseando na hipótese de um "assassino de mascarados". O filme vai mostrando a vida monótona de cada personagem fora de suas atividades de heroísmo. Pra alguns o filme pode decepcionar por ser, deveras, pacato demais no desenrolar da trama. O filme se prende na política onde a União Soviética ameaça os EUA de uma guerra nuclear e os EUA meio que não se preocupa pois tem como trunfo o Dr. Manhattan ao seu lado. A sociedade se preocupa e começa a levantar dúvidas se o super-herói realmente pode evitar o holocausto.
Rorschach segue investigando e descobre que o assassinato do Comediante está ligado a uma organização chamada "Pyramid". Nisso, ele vai alertando todos os outros heróis. Nesse meio tempo vemos Laurie abandonar Jon (Dr. Manhattan) e iniciar um romance com Dan. Jon, então se vê sem motivos de continuar na Terra e ajudando os homens em seus propósitos e "se muda" para Marte, onde pretende começar sua própria era e legado. Deste modo, o governo dos EUA fica assustado e se vê completamente vulnerável.
Dan se junta a Rorschach para investigar e descobrem que a organização e a conspiração não passam de estratégias de um plano mirabolante de Adrian (Ozymandias) que não hesitou em matar o Comediante assim que este descobriu seus planos. Adrian acredita que trará constante união e paz à todas as nações se ele simplesmente jogar a sociedade contra o Dr. Manhattan. Enganando a todos e até mesmo ao próprio Dr. Manhattan, ele antecipa o ataque nuclear simulando um ataque de Jon aos EUA. O mundo então se volta contra seu redentor e herói. O resto dos Watchmen se juntam para lutar contra Ozymandias, mas Jon desiste dizendo que é inútil e que Adrian está certo. Laurie, Dan e Rorschach ficam estupefatos com a decisão. Rorschach se revolta e diz que vai ser contra tudo e todos para divulgar ao mundo a verdade. Vemos então Jon matando seu parceiro, Rorschach na frente de Dan que se retira juntamente com Laurie se despedindo de Jon que, realmente, não tem mais papel e nem lugar na Terra após essa nova utopia proposta por Adrian.
O filme termina assim. Com o mundo em "paz e unidade" criada por uma conspiração maligna que matou alguns milhares de pessoas. O paradoxo se faz presente na utopia criada por Adrian. Laurie e Dan continuam vivendo juntos e um rapaz, responsável pela publicação de conteúdo de um pequeno jornal em Nova York encontra o diário de Rorschach contendo a verdade sobre tudo.
O filme é simplesmente genial. Não há falhas em lugar nenhum, elenco perfeito, cenas perfeitas, roteiro perfeito, adaptação (no geral) perfeita. O filme é baseado na história em quadrinhos da DC escrita por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons. Assim que puder eu vou ler essa obra prima para inteirar vocês melhor. 

Eu dou destaque para dois personagens/atores da trama: Rorschach e O Comediante são apaixonadamente fodas. 


Rorschach é completamente sem comentários. Olha bem pra "cara" dele. Ele é perfeito sem falar nada, quando fala então...
Ele ainda é interpretado por Jackie Earle Haley, que dá vida a ninguém menos do que Freddy Krueger nesta nova versão de 2010.


O Comediante é tudo que você sempre quis ser e não pode. Ele traduz todo o sentimento de revolta da melhor forma possível: Ironia. Não tem como não gostar dele. Até quando você o odeia, você tá gostando dele. Incrivelmente cativante!
Dou um super destaque também para a trilha do filme, que ainda farei um post só pra ela, por ser perfeitamente encaixada no filme.
Recomendo o filme à todos que gostem do estilo alternativo e de quadrinhos, que não tenham medo de ver cenas sangrentas e violência gratuita. Fique com o trailer:


Nome do Autor

Sobre o autor

Leo Jansen
Músico, Artista, Carioca, Daltônico, Nômade, Ex-cabeludo, Seminarista, Bloguero do Barco a Remo e é claro, Cinéfilo. Perfil Completo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário