sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Os Goonies

Título Original: The Goonies
Ano: 1985
País: EUA
Idioma: Inglês
Diretor: Richard Donner
Roteiro: Steven Spielberg e Chris Columbus
Elenco: Sean Astin, Josh Brolin, Jeff Cohen, Corey Feldman, Jonathan Ke Quan
Duração: 114 minutos

Um mega clássico juvenil! Creio que muita gente estragou a fita e o cabeçote do vídeo pra assistir esse filme. Fora encher o saco do cara da locadora, né?
Um filme infanto-juvenil como não se faz mais, Os Goonies consegue divertir à qualquer um com seu impecável roteiro, história e direção.
Todos conhecem o filme, certo? Vou dar só aquela pincelada pra poder comentar todas as melhores partes:
Um impasse chegou as Docas Goon (daí vem o nome do grupo de garotos do filme): Levantar uma enorme quantidade de dinheiro para pagar a hipoteca da maior parte das casas ou se render e ver o lugar onde moraram por todas as suas vidas (ou por toda a sua infância) se tornar um grande campo de golfe.
É o último final de semana dos Goonies. Sua última chance de curtir o lugar e os amigos antes de se separarem. No meio da mudança, os garotos encontram no sótão da casa de Brad e Mickey um antigo mapa que provavelmente leva ao tesouro de Willy, o Caolho. Um antigo pirata que tomou a região como seu último paradeiro. A história se tornou lenda e a lenda se tornou mito. Mas Mickey, convencido pelas histórias de ninar de seu pai, convence os meninos à saírem em busca do tesouro e salvarem as Docas Goon. Eles só não esperam ser interceptados, no caminho, pelos últimos procurados pela polícia: Os Fratelli.

Essa aventura segue até aonde sabemos. Eu, pelo menos, sei de cor, salteado, de trás pra frente e de cabeça pra baixo de tanto que assisti esse filme. Vamos aos destaques, então.

"Vai ter que dançar a lambada."
Sem dúvida, o melhor do filme é o Gordo (Jeff Cohen). Lawrence é um dos melhores personagens já criados no cinema. É o único papel famoso do ator e até hoje o cara é uma lenda. O Gordo rouba todas as cenas do filme com suas marcantes falas:
"Gente, é sério, tem buracos de bala desse tamanho!"
"Eu estou indo embora desse lugar! Vocês são loucos! Esse lugar é um manicômio! Vocês estão internados nele e... e... É cheiro de sorvete!"

"É verdade! Ele quer me beijar! Fica !"
O que comentar sobre esse personagem?? Ele é simplesmente fabuloso. Parece que o roteiro foi escrito pra ele e todo o resto em volta. "Cala a boca, Gordo!"





Ok, não vou falar do Bocão. Apenas de uma das melhores cenas do filme, onde ele ajuda a traduzir as ordens da Sra Walsh para a empregada Rosalita. Coisa de pivete mesmo! hahaha


"Puxa, colega.  Você gosta mais de chocolate do que eu."
Não podemos deixar de fora o famoso Sloth. O "E.T" irmão dos Fratelli que conquistou o mundo inteiro. Outro personagem fantástico. A singela introdução dele no filme nos faz achar que ele não vai render muito, mas ao se afeiçoar profundamente pelo Gordo e partir atrás dos irmãos e dos garotos, acaba que ele é o grande salvador de todos. A cena do Gordo trancado com ele também é digna de vários bonequinhos aplaudirem em pé. Não só pelas risadas, mas é aonde vemos Jeff Cohen (Gordo) interpretando a sério.




Esse filme é maravilhoso em todos os sentidos. Não cansamos de assistir exatamente porque ele tem aquela magia que nos faz voltar a ser criança. E todas as vezes que assistimos nos divertimos muito. Será que ainda passa na Sessão da Tarde?


Nome do Autor

Sobre o autor

Leo Jansen
Músico, Artista, Carioca, Daltônico, Nômade, Ex-cabeludo, Seminarista, Bloguero do Barco a Remo e é claro, Cinéfilo. Perfil Completo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário